Ano: 2021

Local: São Paulo

Ficha Técnica: Concepção e Intérpretes : Douglas Iesus e Anelise Mayumi. Luz e Som: Cic Morais. Paisagem sonora: Thiago Sonho

Síntese: Dançar em casa é privilégio de quantos? É resistência para quantos? Quem pode se manter em isolamento? Quem é forçado a não ter nenhum dia de isolamento? A partir de perguntas como essas, o grupo Fragmento Urbano desenvolveu o trabalho “Espaço Seguro para Ficar em Risco”, que apresenta no Dança #EmCasaComSesc. Protagonizada pelo dançarino Douglas Iesus e pela dançarina Anelise Mayumi, a performance, um desdobramento dos projetos “Na Pressão” (2020) e “Balada Manifesto” (2019), se utiliza de sacos plásticos transparentes como objetos cênicos. Segundo Douglas e Anelise, obra busca elaborar as pressões às quais estão submetidas as pessoas que moram nas periferias da cidade e reflete sobre este dito novo normal onde atualmente “a tônica da vida é o paradoxo: respirar é o mais importante é o mais perigoso”.

Duração: 00:30:41